O que fazer em San Andres

Spratt Bight

Oiee! Continuando com as dicas sobre San Andres, hoje vou falar sobre o que fazer na ilha!

Eu fui para ficar quatro dias em San Andres, mas acabei ficando 9! O que foi ótimo, porque consegui fazer as coisas sem pressa. E ainda assim não consegui fazer tudo o que queria.

Na ilha de San Andres o que não falta são coisas para se fazer. Todo o dia é dia de explorar e conhecer. Tem praia, tem mangue, aquário, trampolim, passeio de mule, mergulho, comida boa e por aí vai. Então vamos lá: o que fazer em San Andres.

A ilha de San Andres oferece atividades para todos os gostos e idades! Opções do que fazer é o que não falta. Foram 9 dias curtindo esse paraíso. Deu para ver e fazer muita coisa, e ainda assim não deu tempo de fazer tudo o que eu queria

Praia de Spratt Bight

A Praia de Spratt Bight é a Praia central de San Andres. Se você se hospedar ali perto, vai acabar indo direto lá. É a mais badalada de San Andres, por justamente estar no centro. Durante o dia os bares ficam com o reggaeton a todo volume (ou reggae) vendendo seus coco Locos e piñacoladas! Tem aluguel de cadeira e barracas para se proteger do sol (casa cadeira custa COP 7.000 e a barraca CO 15.000). E durante a noite tem música.

Spratt Bight
Spratt Bight
Spratt Bight

Praia de Rocky Cay

Rocky Cay (Se fala roquiqui) fica a uns 5 minutinhos do centro. Dá para pegar o ônibus ou ir de carrinho. Para mim lá é a mais bonita de San Andres. A cor da água é surreal! Também tem cadeiras e barracas e tem tempo lockers para deixar mochilas e bolsas (COP 10.000). Além disso também tem aluguel de esquipamento para snorkel e de botinhas.

O maior atrativo dessa praia é uma ilhazinha que fica bem na frente e você pode ir caminhando até ela.

Abre das 9:00 até as 17:00.

Post completo sobre Rocky Cay

Praia de Rocky cay com a ilha que dá pra ir a pé no fundo!

Passeio Jhonny Cay, El Acuario e Manglares

Esse é um dos passeios mais procurados em San Andres, senão o mais! Sai de uma em uma hora até meio dia. Eu fui no das 11 da manhã e passei a tarde nesses lugares!

A ilha de Jhonny Cay é bem pequena. Pra dar a volta leva menos de 30 minutos e no meio tem um mar de coqueiros lindo lindo! Os famosos lagartos azuis e iguanas ficam por lá e você pode alimentá-los. É um lugar bem bonito que vale a pena! Você pode também ir somente lá. A entrada custa COP 5.000.

A proxima parada é o El Acuario, que por causa da barreira de corais que tem lá perto forma um aquário gigante. Daí o nome. Fui com muita expectativa, e ela não foi superada. Não vi nenhum peixe e estava LO-TA-DO! Mas ao mesmo tempo conheci gente indo pela segunda vez, porque se apaixonou. Lá também tem uma ilhazinha, Haynes Cay, que da para ir a pé. Mas estava meio abandonada. Enfim, talvez eu precise voltar e ver de novo.

PS: o El Acuario é tão visitado que teve de ser fechado para recuperação ambiental.

Manglares é a última visita. Lá nos não descemos, só passamos de barco e é bem bonito. Podemos ver o cultivo das ostras.

Logo depois voltamos para a ilha. É um passeio bem tranquilo e gostoso (se você não estiver acompanhado de idosos). Para eles não tem estrutura nenhum nem na subida nem da descida dos barcos. Vou contar essa experiência no próximo post!

Valor do passeio: COP 30.000 com a taxa de entrada dos lugares. Alimentação e bebida não estão inclusos. A dica é: pesquise antes de fechar o passeio. Vi gente pagando COP 40.000 sem as taxas.

Ilha de coqueiros na Ilha de Jhonny Cay
Sereiando no El Acuario sqn

Volta na ilha

Esse é imperdível mesmo! É o melhor jeito de se conhecer San Andres.

Você pode dar a volta na ilha de ônibus ou alugar uma mule (tipo um mino jipe), um carrinho de golfe (que vai mais devagar e por isso mais barato) ou uma moto (se você estiver com mais uma pessoa é uma boa). Como eu fiquei 9 dias, aluguei a mule duas vezes. Até porque na primeira vez choveu, e muito!

Mas no dia em que chegamos já pegamos o ônibus e fomos conhecer. O que é legal pra saber mais ou menos onde você quer voltar.

Ônibus: COP 2.400

Mule: COP 170.000 (assim como o tanque é entregue na hora de lugar deve ser devolvido).

Estrada linda no sul da ilha

Hoyo Soplador

O Hoyo Soplador é um jato de água que espirra toda vez em que o mar bate nas pedras. É bem divertido e garante boas risadas! Tem placa avisando o local do Hoyo e você pode ir de ônibus ou carrinho.

A entrada é gratuita e lá tem lojinhas de souvenires e barzinho.

Hoyo Soplador soplando

West View

Pra ser bem sincera antes de ir pra lá, esse era o lugar que mais queria conhecer. É no West View que fica o famoso trampolim e o escorregador. Fiz os dois e me diverti bastante. Foi o lugar que mais vi peixes em San Andres. É lotadinho lá também. Mas mais uma vez não tinha infraestrutura para pessoas mais velhas. Meus pais não conseguiram entrar no mar e então continuamos o passeio.

A entrada custa COP 15.000 por pessoa. Dica: bem ali perto tem um outro trampolim com bem menos gente e a entrada é você consumir no bar. Não cheguei a entrar, mas na próxima vou com certeza!

West View
Pulinho do trampolim

Cueva de Morgan

A Cueva de Morgan foi o segundo lugar que visitei em San Andres. Aproveitamos um dia de chuva e fomos conhecer. A Cueva de Morgan é um museu do pirata mais conhecido aquela área do Caribe. Vou ser bem sincera aqui: achei mais interessante para as crianças.

A entrada custa COP 15.000 por pessoa.

Cueva de Morgan
Cueva de Morgan

Comer muito

Em San Andres o que não se passa é fome. Lugar com comida boa é o que não falta. Aproveite para comer muitos frutos do mar col arroz de coco e tomar a famosa limonada de coco (voltei viciada)!

Como não tinha café da manhã na pousada, tínhamos que tomar na rua. O que não foi problema nenhum. Tem muitos estabelecimentos que oferecem café da manhã e eles variam entre COP 15.000 a COP 25.000.

Restaurantes que recomendo:

Miss Celia: fica bem pertinho do Lá Regatta no centro. É meio escondido, mas procure! Vale a pena! Pedimos um pratão de frutos do mar e é simplesmente delicioso!

Donde Francesca: esse restaurante além de ser muito bonitinho é muito bom e muito bem recomendado! É na beira da praia de San Luis. Peça Camarões com arroz de coco ou a lagosta (aproveite para comer lagosta em San Andres já que lá é bem mais em conta do que aqui no Brasil). Eu me arrependi de não ter pedido a lagosta e fiquei secando a da mesa do lado.

El Aníbal: se estiver cansado de frutos do mar tem esse restaurante com a melhor pizza da vida! Ou senão, peça a arepa de camarão! Divino!

Na rua da pousada tem várias barraquinhas a noite de cachorro quente, xis e espetinhos! Nessa dos espetinhos tem milho grelhado e foi o melhor milho que já comi! Não tinha nenhum turista comendo lá, me senti em casa kkkk

Café da Manhã
Donde Francesca: camarões delícias
Miss Celia: prato de frutos do mar
Almoço em Rocky Cay: arroz de camarão
Pizza no El Aníbal
Limonada de coco

Tomar uma cervejinha no calçadão a noite

Não achei San Andres muito agitada a noite. O que eu amei! A única balada que ouvi falar foi a Coco Bongo, mas não fui. Todas as noites eu e meus pais sentávamos no calçadão pra tomar uma cervejinha e observar o movimento! Boa demais a vibe!

Aquela cervejinha básica de todos os dias

ONDE SE HOSPEDAR

Bom, isso depende bastante se você vai sozinha (o), com amigos ou família. Como eu fui com meus pais resolvi ficar perto do centro onde tem tudo. Até porque eles gostam de estar no meio da bagunça kkkkk

O lugar que nos hospedamos foi a Posada Cocos Place. Já começo. Falar sobre a localização. É praticamente do lado de onde os barcos saem para os passeios, fica muito perto do calçadão e da praia principal Spratt Bight. Além disso tem dois mercados ali perto, os ônibus passam tudo por ali e as opções de café da manhã, almoço e janta são inúmeras. Não, a pousada ainda não tem café da manhã, mas já estão construindo um andar para isso.

Vamos aos quartos: super limpinhos, camas boas e eles limpam e trocas as toalhas todos os dias. A roupa de cama é de dois em dois dias. A única parte ruim (que na me incomodou tanto) é o banho frio. Não adianta nem reclamar, porque não tem o que fazer mesmo. São poucos os hotéis que tem água quente.

A Jenifer é muito atenciosa e está sempre à disposição. Na frente mesmo da pousada é possível alugar os carros (de golf ou mule) para dar a volta na ilha ou agendar algum passeio.

A diária que pagamos lá foi de 77 dólares (quarto para 3 pessoas). Um dos lugares mais em conta que eu achei.

Se você está com amigos e quer ficar em hostel eu recomendo muito o El Viajero.

Posada Cocos Place
Hall de entrada
Posada Cocos Place
Banheiro como varal, já que chovia muito e é muito úmido lá

Bom viajantes essas foram as dicas do que fazer em San Andres! Espero que tenham gostado! Qualquer dúvida deixem nos comentários e aproveitem para seguir o Pegadas no insta @pegadasdeumaviagem

Caribe Colômbia Dicas de Viagem San Andres Viagem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: